wrapper

Informativos SBU

Segunda, 06 Fevereiro 2017 00:00

Forte e resistente, avicultura resiste à seca em São Bento do Una

Forte e resistente, avicultura resiste à seca em São Bento do Una (PE)

Maior produtor de ovos do Nordeste, o município pernambucano tem forte base na avicultura; setor que gera quase 11 mil empregos diretos e indiretos ainda não demitiu.

Obras paradas esperando a chuva chegar: perspectivas não são nada animadoras



Já são quase sete anos sem chuvas em São Bento do Una, no agreste pernambucano. E não há previsões animadoras para o fim dessa essa forte estiagem. A cidade, que é a maior produtora de aves e ovos do Norte e Nordeste e a quarta colocada no país, tem sofrido sem água para abastecer, tanto os moradores, quanto os produtores do setor avícola. Mesmo com a obra emergencial da Adutora de Pau Ferro, em Quipapá, que evitou o colapso total do fornecimento de água na cidade, muitas residências e, até mesmo negócios, estão sendo abastecidos por caminhão-pipa, com preços que variam entre R$150,00 a R$250,00 reais.

Ainda assim, a avicultura continua forte e resiste como pode, graças à habilidade e a força de vontade dos produtores locais, que buscam água em cidades como Lajedo e Garanhuns, entre outras da região. É o que informa a assessoria de imprensa da Prefeitura de São Bento do Una. O setor informa que essa situação de seca tem gerado um custo enorme na produção, que mesmo assim, não para de crescer. De acordo com dados da Associação Avícola de Pernambuco, a Avipe, São Bento do Una produz mais de 80 mil quilos de frango de corte por semana, e mais de cinco milhões de ovos por dia. A Granja Almeida é a maior da cidade, com três milhões de aves produzindo todos os dias.

Granja Almeida, uma das grandes geradoras de empregos na região de São Bento do Una

“Na geração de empregos, a avicultura fornece cerca de 3.500 postos de trabalho diretos e mais de 7.500 indiretos”, informa a Prefeitura do município. “Do que se sabe, nenhuma das 50 granjas despediu nenhum funcionário por causa da crise hídrica. Porém, todos os empresários têm o mesmo argumento: se a falta de chuvas persistir e não tiver algum incentivo dos governos estadual e federal, a produção tende a diminuir e as demissões serão inevitáveis, já que os investimentos feitos na captação de água não podem interferir no produto final”, destaca o executivo sãobentense.
São Bento do Una é destaque no PIB pernambucano

Suinocultura, pecuária bovina e produção de leite também resistem e contribuem para o PIB expressivo da região



Ainda segundo a Prefeitura de São Bento do Una, o município é destaque no PIB pernambucano pelas riquezas que gera especialmente com a avicultura. De acordo com avaliação da Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco (CONDEPE/FIDEM), São Bento do Una tem se destacado no Produto Interno Bruto (PIB) do Estado de Pernambuco, ficando atrás apenas de Petrolina.

A “terra da galinha”- como é chamada - está em segundo lugar no setor da agropecuária com 8,5% de participação. Petrolina tem 10,1%. O principal motivo para essa posição é a produção de ovos, chegando a cinco milhões de unidades por dia, e efetivos de aves com média de 170 mil quilos de frangos por semana, de acordo com informações da Associação Avícola de Pernambuco (AVIPE).

“Os números são mais significativos quando avaliados em nível regional e nacional”, destaca o jornalismo da Prefeitura de São Bento do Una. “No Nordeste, a cidade pernambucana ocupa a 9ª posição no ranking do PIB em se tratando de agropecuária. No país, está na 48ª posição dos mais de cinco mil municípios brasileiros.”

A Capital do Ovo do Nordeste: força na avicultura

Além da força na avicultura, São Bento do Una tem como destaque a pecuária, principalmente no ramo de laticínios, e a horticultura, em menor escala. E mesmo com a falta de água, que castiga parte do Agreste de Pernambuco, São Bento do Una conseguiu elevar o PIB em 2014, comparado ao ano anterior, passando a integrar 0,47% do total do estado.

Em 2013, esse índice era de 0,46%. Em valores, representou R$734.172,40 em 2014, sendo que em 2013 era R$649.596,00. “Não é à toa que a importância de São Bento do Una, maior produtor de aves e ovos do Norte/Nordeste, tem se destacado em todo o país. É a cidade que mostra um Agreste que produz”, define o executivo local.

(A Hora do Ovo, com informações e fotos da assessoria de imprensa de São Bento do Una. Foto da Granja Almeida: Teresa Godoy)

Ler 209 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Endereço / Fale Conosco

Endereço

Palácio Municipal Osvaldo Celso Maciel – Praça Historiador Adalberto Paiva, nº 1, Centro, São Bento do Una - PE.

Abrir mapa de localização


Telefones

(81) 3735-1770 / 3735-1330

Telefones Úteis

(Prefeitura)
Fone: (81) 3735-0701
Hospital Municipal
Fone: (81) 3735-0714
Fórum
Fone: (81) 3735-4901 / 3735-4101
Câmara de Vereadores
Fone: (81) 3735-1350
Conselho Tutelar
Fone: (81) 3735-2966
Correios
Fone: (81) 3735-1141
Polícia Militar
Fone: (81) 3735-4936
Polícia Civil
Fone: (81) 3735-4929

Veja Mais

FAQ - Perguntas Frequentes

Como devo proceder para obter meu Alvará de localização e funcionamento?

Deve se dirigir ao Departamento de Tributação que fica localizado no térreo do Prédio da Prefeitura

Qual o prazo de pagamento do IPTU?

O prazo de pagamento do IPTU em parcela única e no período de 05/10 a 26/10.

Sendo que o mesmo foi prorrogado ate o dia 26/12/2012.

Posso parcelar o IPTU?

Sim, o mesmo poderá ser parcelado em 3X.

Veja Mais...